Flashback — Memória do Mundo
A fotografia de Joseph Koudelka apontando o início do fim da “Primavera de Praga” de 1968. Um grafiti-poema nas ruas de Paris, na agitação do Maio de ‘68. A capa da revista OZ, com a execução de um prisioneiro vietcong nas ruas de Saigão, ainda em 1968. Ou ainda, a exortação de “Freedom”, canção interpretada por Richie Havens defronte a uma imensa multidão, na abertura do mítico festival de Woodstock em 1969.

A partir de uma das referências assinaladas – um cartaz, uma fotografia, uma capa de revista ou uma canção – propôs-se a concretização de uma composição gráfica que, em síntese, revelasse e traduzisse, o contexto, os factos e os protagonistas associados a esses acontecimentos ou registos. Com as referências traduzidas em sequências visuais de planos bidimensionais impressos, permitiu-se a desconstrução do contexto e dos significados associados ao registo simbólico escolhido, revelando o entendimento crítico do aluno, face às diferentes realidades sociais, políticas e culturais em causa e o “estado do mundo” a que pertenceram.
Nome do projecto